Facebook Twitter Linkedin Google +

Logística das Lojas Virtuais em 2013 – Armazenagem, Transporte e Custos de Entrega

Logística das Lojas Virtuais em 2013O comércio eletrônico está em constante evolução e crescimento, devido ao grande número de consumidores que aderiram a esta forma prática e rápida de comprar com apenas alguns cliques. De acordo com dados levantados pelo Ebit, pelo menos 89 milhões de brasileiros se conectam a internet com frequência, utilizando redes de interação social, portais, sites, blogs e outras fontes de informação e entretenimento. O estudo ainda demonstra que, 43 milhões destes internautas buscam produtos e serviços em lojas virtuais, realizando compras online em diversos segmentos de mercado.
Nesse contexto, fica explícita a necessidade de se fazer uma análise completa da Logística das Lojas Virtuais em 2013, de modo a conhecer as diversas possibilidades desta forma de comércio altamente moderna e rentável. Acompanhe, a seguir, alguns dados relevantes de uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, com suporte da Ecommerce School e da Brazil Panels, que mostram diversas estatísticas sobre a logística do comércio eletrônico brasileiro:


Armazenagem
A pesquisa constatou que a maioria das Lojas Virtuais possui um sistema de armazenagem própria, o que possibilita um controle preciso do estoque e economia nos investimentos totais. De 225 empresas questionadas, apenas 7% trabalham com armazenagem terceirizada e usufruem da vantagem de operar em diversos estados simultaneamente, ao aproveitarem os incentivos fiscais.


Transporte
Ao serem questionadas sobre a utilização de transporte, 81 % das empresas afirmaram utilizar os serviços dos Correios e o restante opta por frota própria e/ou transportadoras privadas. As lojas que possuem uma frota própria oferecem ao consumidor as opções de “entrega relâmpago’, que são efetuadas dentro de vinte e quatro horas.
É importante ressaltar que, os produtos que possuem alto valor agregado são melhores transportados por companhias aéreas, representando 26% do transporte utilizado pelas Lojas Virtuais.


Custos de Entrega
De acordo com a pesquisa 81% das Lojas Virtuais fecham contratos específicos com os Correios, de modo a diminuir os custos de entrega. Dentre os serviços mais utilizados, o PAC (Encomenda Normal) ocupa o primeiro lugar, seguido do Sedex. O E-Sedex é o menos utilizado, devido às taxas extras e a área de cobertura pouco extensa.


Frete Grátis
Das lojas questionadas, 69% oferecem frete grátis. De acordo com especialistas, esse tipo de oferta é um forte motivador para a decisão da compra de um internauta. Por outro lado, é importante frisar que o frete grátis nem sempre é o principal atrativo de uma Loja Virtual, sendo necessário analisar de forma detalhada se haverá um real aumento nos lucros ao optar por oferecer este diferencial ao consumidor.


Reclamações dos E-consumidores
Dentre as principais reclamações dos consumidores online, os atrasos na entrega ocupam o primeiro lugar, sendo um problema enfrentado por 61% das Lojas Virtuais. Em seguida, estão as reclamações por extravios, furtos e roubos que ocorrem com menor frequência, mas ainda sim constituem problemas reportados por consumidores adeptos do e-commerce.



Confira os últimos projetos desenvolvidos

Criação de sites, Lojas Virtuais, Otimização de sites

Comos podemos ajudar?
Central de Atendimento